Cirurgia Vascular

As doenças vasculares mais comuns

No nosso organismo existem vários sistemas circulatórios: as veias, as artérias e os linfáticos. Estes vasos podem adoecer e afectar o seu dia-a-dia. Podem surgir desde alterações estéticas a situações clínicas graves que podem comprometer a sua qualidade de vida. Os sinais e sintomas variam de acordo com os vasos que são afectados.

A doença destes vasos é tratada pela especialidade de Angiologia e Cirurgia Vascular:

  • A doença mais frequente dos vasos linfáticos é o Linfedema;
  • A doença mais frequente das artérias é a Doença Arterial Periférica e está relacionada com a aterosclerose;
  • A doença mais frequente das veias é a Doença Venosa Crónica. Cursa com o desenvolvimento progressivo da insuficiência das suas válvulas e com a dilatação das suas paredes. A sua prevalência aumenta nas mulheres, com a idade e com a gravidez, podendo atingir os 50%.

Outras doenças menos comuns tratadas nesta especialidade são: hiperhidrose palmar e axilar, vasculites, malformações arteriais, venosas ou mistas.

Como suspeitar de doença das veias?

Os sinais e sintomas são vários:

  • Sintomas típicos de peso, pressão, cansaço, edema e/ou comichão a nível das pernas, que pioram durante o dia e quanto mais tempo passa de pé.
  • Queixas diretamente relacionadas com varizes, como a dor, complicações inflamatórias e/ou trombóticas, ou mesmo só queixas estéticas.
  • Alterações tróficas da pele como a pigmentação cutânea, a esclerose cutânea ou as feridas.
  • Queixas estéticas por raios ou aranhas vasculares, com possibilidade de tratar através de crio-escleroterapia ou crio-laserterapia.

Como suspeitar de doença das artérias?

Os sintomas são habitualmente graduais mas podem surgir subitamente:

  • Claudicação intermitente, com um padrão típico de dor despertado pelo caminhar;
  • Dor em repouso, habitualmente na cama durante a noite;
  • Feridas, que habitualmente atingem o pé, com particular relevo no doente diabético.

O que esperar da consulta de Angiologia e Cirurgia Vascular?

As doenças vasculares habitualmente beneficiam da prevenção e tratamento precoce. não existe benefício na postura do “deixar andar” uma vez que o tratamento atempado tem melhores resultados!

A abordagem habitualmente envolve:

  • Correlacionar clinicamente as queixas e os achados clínicos;
  • Eco-Doppler para melhor entender a doença e que vasos estão afetados;
  • Adequar o tratamento ao estado da doença e às expectativas do doente;
  • Obter os resultados mais duradouros aliados aos melhores resultados estéticos.
Equipa